Esta é a primeira vez no nosso site

RIA informa-o que este Website utiliza cookies próprios e de terceros. Se quiser, pode configurar o seu navegador para ser avisado no ecrã da receção de cookies ou para impedir a instalação dos mesmos, tendo em conta que, desta forma, deixaria de ter acesso a certas funções na Internet.

Deixe a web

 

Notícias RIA

 

Como encontrar apartamento barato?



Encontrar apartamento barato em Portugal não é tarefa nada fácil. Nos nossos dias a procura excede em muito a oferta, e o valor dos imóveis está cada vez mais elevado. No entanto existem algumas estratégias e técnicas que posso utilizar, e que me facilitarão muito na busca por um apartamento barato.

Para começar preciso de saber ao certo qual a quantia de que disponho. Não interessa começar uma busca intensiva sem saber realmente até aonde posso gastar. Assim que tiver apurado a minha disponibilidade financeira, já me posso lançar à pesquisa de apartamentos disponíveis para alugar.

Importa escolher um local de acordo com as minhas necessidades. Preciso de um apartamento numa cidade? Numa cidade grande, pequena? Prefiro um imóvel numa zona rural? Talvez no campo? Interessa-me mais o litoral, ou o interior do país? Todas estas questões são determinantes para a procura de um apartamento barato. Na cidade, os apartamentos são mais pequenos e mais caros. No litoral os preços também são mais elevados. Por outro lado, as zonas rurais e o interior, apesar de oferecerem apartamentos mais baratos, não possuem a mesma oferta de lazer, cultura e empregos. Isso pode ser decisivo para a escolha do apartamento. As despesas não se limitam à renda. É necessário também ter em conta os custos de localização.

 

 

O tamanho do apartamento, o número de assoalhadas e de casas de banho, o facto de ser um prédio, ou uma vivenda, são factores importantíssimos. Para mim que procuro um apartamento barato, ser-me-à mais lucrativo escolher um apartamento não muito grande, e incluído num prédio de andares. As vivendas são geralmente mais dispendiosas, e as que não o são, exigem quase sempre reparações ou obras caras.

A idade do apartamento também ajuda a decidir o custo da renda. Para encontrar um apartamento barato, não devo optar por um imóvel moderno, com poucos anos de construção ou que tenha sido renovado há pouco tempo. Existem no mercado muitos apartamentos com alguns anos de vida, décadas mesmo, mas que estão em perfeitas condições de habitabilidade. Um desses imóveis oferecer-me-à uma muito maior poupança de dinheiro mensalmente.

Para fazer a minha pesquisa posso escolher um, ou vários métodos de procura. As redes sociais dão uma ajuda valiosa, pois existem diversos sites e plataformas vocacionadas para o aluguer de apartamentos. Nesses sites, ou redes sociais, posso escolher confortavelmente um apartamento que me convenha, e que cumpra os meus requisitos financeiros.

Os jornais e revistas são excelentes fontes de consulta. Muitas pessoas publicam diariamente ofertas de apartamentos e mantém preços actualizados, alguns podem mesmo ser negociáveis.

Outra forma de encontrar um apartamento barato é perguntando a pessoas das minhas relações. Muitas vezes um vizinho, a senhora que me atende no supermercado, ou um amigo podem estar sabedores de um apartamento que me possa interessar. Perguntar directamente é pois uma boa maneira, e funciona sempre muito bem.

Tenho também que ter muita paciência, e estar preparado para fazer muitas visitas a apartamentos variados. Nem sempre o preço em conta correspnderá à minha exigência de qualidade. Convém ver muito bem o imóvel antes de me comprometer com contratos de arrendamento.

Muito naturalmente vou acabar por encontrar o apartamento barato que procuro, mas por vezes terei que reformular um pouco os meus objectivos. Talvez sendo eu mais flexível neste, ou naquele aspecto, seja mais rápido e fácil descobrir o imóvel que me convém.

Se dispuser de bastante tempo, a tarefa fica muito mais facilitada. Se estiver com urgência em encontrar o paartamento, possivelmente vou ter que me adaptar às circunstâncias e satisfazer-me com o que aparecer. Mais tarde poderei sempre trocar de apartamento, ou quem sabe, aprender a gostar do que tiver.





No Comments

Add Comment